Como o Sistema ERP para farmácias resolve os problemas de gestão

Como o Sistema ERP para farmácias resolve os problemas de gestão

O uso de um sistema ERP para farmácias não é um diferencial, mas na verdade, uma obrigação para todas as empresas do setor farmacêutico.

Isso porque, o gerenciamento de uma farmácia independente, ou seja, que não faz parte de uma rede, é marcado por atividades complexas como planejamento financeiro, controle de estoque, atendimento ao cliente, envio de receitas ao SNGPC – Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados.

Essas e outras atividades são importantes para o crescimento das farmácias e drogarias e, por isso, precisam ser gerenciadas com excelência para evitar prejuízos financeiros e outros problemas.

No entanto, ainda é comum encontrar farmácias ou drogarias que usam um sistema de gestão ineficiente como planilhas e outros tipos.

Que geralmente são lentos para gerenciar o estoque, para atender os clientes e para tratar de outros processos que são importantes.

Esses problemas são comuns em farmácias que ainda não usam o sistema de gestão ERP.

Com esse sistema é possível automatizar todos os processos e ter uma gestão mais rápida e segura.

Nesse texto você vai entender como essa ferramenta é importante.

O que é um sistema ERP para farmácias?

O sistema ERP para farmácias é, na verdade, um software de computador que reúne em só lugar todos os processos da sua farmácia.

Essa ferramenta foi desenvolvida para auxiliar no controle de estoque, nas vendas e no envio das receitas para o SNGPC.

A sigla ERP vem do inglês e significa Enterprise Resource Planning, que em tradução para o português, significa Planejamento de Recursos Corporativos.

Como o sistema ERP para farmácias funciona?

A gestão de qualquer tipo de negócio não é uma atividade simples.  Isso porque, o gestor precisa ter o controle de diferentes setores e trabalhar com o objetivo de reduzir gastos e evitar desperdícios.

No caso das farmácias, por exemplo, o trabalho na gestão é redobrado, já que o ponto principal do negócio é a venda de medicamentos, ou seja, produtos com data de validade e com venda controlada.

Então, para que a gestão seja realizada com eficiência é fundamental ter uma ferramenta adequada como, o sistema ERP para farmácias.

Por meio dele você consegue centralizar todas as operações realizadas no seu negócio, ganhando mais eficiência na administração.

O ERP funciona seguindo as regras do varejo farmacêutico, ele ainda permite a integração com outros departamentos, de forma simples e rápida, como:

  • Gestão fiscal,
  • Vendas,
  • Compras e estoque,
  • Administrativo,
  • Financeiro.

Erros cometidos pela ausência de um sistema de gestão

Os gestores de farmácias quando não utilizam um sistema de gestão podem cometer os seguintes erros:

1. Não ter controle de entrada e saída de mercadorias

A falta de controle na entrada e saída de mercadorias é um problema comum nas farmácias que usam um sistema de gestão ineficiente.

Esse problema quando acontece faz com que o gestor não saiba quais os produtos que estão disponíveis ou que estão faltando na prateleira ou no estoque da sua farmácia.

2. Compras realizadas em excesso

A compra de medicamentos em excesso é uma consequência da falta de controle de entrada e saída dos produtos.

Como o gestor não sabe quantidade de medicamentos que precisam ser repostos no estoque, a compra acaba sendo em excesso.

3. Fazer o controle manual do estoque

O controle manual é consequência da falta de ferramentas adequadas. Com isso, o controle manual geralmente é muito lento e não oferece segurança.

Como o sistema ERP para farmácias resolve os problemas de gestão?

A função do ERP é melhorar a gestão das farmácias por meio da automatização dos processos repetitivos.

Dessa maneira, ele garante mais eficiência e segurança para a gestão das farmácias. Além disso, ele também promove alguns benefícios como:

1. Agilidade no atendimento

O ERP agiliza o atendimento ao permitir que o farmacêutico encontre com facilidade o medicamento solicitado pelo cliente.

Para isso, basta apenas realizar uma consulta que o sistema informa onde o medicamento está localizado ou se ele ainda está disponível.

2. Controle de estoque

O sistema ERP por meio do código de barras registra a entrada e saída dos produtos.

Dessa maneira, o controle do estoque é realizado com mais eficiência e segurança.

3. Planejamento e organização financeira

O ERP automatiza todas as atividades do setor financeiro e fornece informações seguras sobre todas as despesas, ganhos, receita total, lucros e outras questões.

Como o ERP Titan Software pode ajudar na gestão da sua farmácia

Desenvolvido com objetivo de melhorar a gestão das farmácias e drogarias, o ERP Titan Software automatiza os processos do seu negócio e integra todas as informações em um só lugar.

Com isso, ele permite o acompanhamento em tempo real das seguintes informações: recebimentos, despesas, controle de gastos, lucros, receitas, controle de estoque.

O sistema ERP Titan Software para farmácias ao ser implantado no seu negócio proporciona as seguintes vantagens:

  • Integração com PMBs para oferecer descontos especiais para seus clientes,
  • Cadastro Lab: Você pode fazer o cadastro de Laboratórios, Princípios Ativos e características de seus produtos,
  • Cadastro de CRM do médico: Você pode cadastrar o CRM do médico no sistema,
  • Relatório ANVISA – SNGPC: O ERP automaticamente envia as receitas para o SNGPC.

Para saber mais sobre o nosso sistema e como ele pode ajudar na gestão, nas vendas e na fidelização de clientes, você pode acessar a página ERP Titan Software agora.

Conclusão

Em resumo, os problemas de gestão são prejudiciais para qualquer negócio, por influenciar no funcionamento, no lucro, no estoque e em outros processos.

Por isso, vale o investimento em ferramentas de gestão como, ERP Titan Software. Entre em contato com nossos consultores e saiba mais sobre esta ferramenta.

capa reduzir custos em seu supermercado

7 formas de reduzir custos em seu supermercado com um sistema ERP

Reduzir custos em seu supermercado e ainda aumentar a produtividade da sua equipe de trabalho não é nada fácil.

Mas, essas duas ações são importantes, principalmente, quando a economia do país costuma oscilar.

Sem a aplicação de técnicas para reduzir custos e para aumentar a produtividade, o seu negócio corre o risco de ter grandes prejuízos.

No entanto, quando se fala em reduzir custos não é necessário demitir funcionários.

Mas, na verdade, apenas investir em técnicas que ajudam a equipe a trabalhar com mais eficiência, com menos erros e, principalmente, com mais controle em relação ao estoque de produtos e de outras atividades.

Nesse sentido, o Sistema ERP é uma das tecnologias que devem ser aplicadas para reduzir custos em seu supermercado.

Neste texto você vai entender como essa ferramenta pode ajudar na gestão do seu negócio.

O que é um sistema ERP para supermercado?

O ERP (Enterprise Resource Planning), ou simplesmente, sistema ERP é uma ferramenta online que ajuda a melhorar os processos internos de todos os negócios.

Para isso, a ferramenta oferece diversos recursos como integração de setores, controle de estoque, relatórios e outras funções interessantes.

A redução de custos é graças à integração dos processos do seu supermercado.  O software quando adotado nos negócios promove as seguintes vantagens:

  • Redução de erros e de custos,
  • Fácil personalização,
  • Ampla integração para atender todos os setores.

Como reduzir custos em seu supermercado com um sistema ERP

Entenda como um sistema ERP para supermercado pode ajudar no controle, na produtividade e na redução de custos. 

1. O sistema ERP ajuda a prevenir perdas

Uma das principais vantagens do ERP é que ele auxilia no controle financeiro de qualquer empresa, o que nem sempre é possível por meio de planilhas eletrônicas que, geralmente, são preenchidas de forma manual.

O ERP registra automaticamente todas as informações, além de monitorar de perto os gastos e as despesas do seu supermercado.

Esse monitoramento evita perdas no orçamento causado por pequenos erros.

2. Negocie a compra dos produtos com os fornecedores

Apesar de o sistema ERP ajudar na redução dos custos, a negociação com os seus fornecedores é muito importante para conseguir os melhores preços, condições de pagamentos ou até fretes mais baratos.

3. O ERP Controla o estoque e a validade dos produtos

Controlar o estoque dos produtos e a validade é muito importante para evitar a ruptura e a perda de produtos que passaram da validade.

No entanto, essa tarefa exige esforço tanto do gestor como também da sua equipe.

Mas, felizmente, ela pode ser automatizada com um sistema ERP, essa ferramenta registra a quantidade de produtos e a validade por meio da leitura do código de barras.

Com isso, a equipe do supermercado ganha mais produtividade no controle de estoque. 

Além disso, quando os produtos estão próximos de esgotar ou de vencer, o gestor recebe um alerta do próprio sistema.

4. O ERP elimina os controles paralelos

A rotina do gestor de um supermercado é marcada pelo uso de planilhas, softwares e outros recursos que funcionam ao mesmo tempo.

Todos eles trazem informações que são importantes para a gestão do supermercado, mas acabam prejudicando a produtividade do gestor devido à quantidade de controles paralelos.

Mas, com a implementação de um sistema ERP esses problemas acabam de uma vez por todas. 

Isso porque, o software reúne todas essas informações em um só lugar, com segurança e rapidez.

Além disso, fornece também relatórios completos sobre todos os setores do seu negócio, aumentando assim a sua produtividade na gestão.

Nesse sentido, você pode contar com o sistema ERP da Titan Software para melhorar a gestão do seu negócio.

5. Diminua o retrabalho dos seus colaboradores

Os custos operacionais do seu negócio podem sair ainda mais caros quando a sua equipe não consegue trabalhar bem. 

Por isso, quando o objetivo é reduzir custos em seu supermercado é importante levar em consideração o aumento da produtividade.

Nesse sentido, o sistema ERP ajuda no aumento da produtividade por organizar as operações e conduzi-las de forma automática.

Dessa forma, o sistema evita o retrabalho e ainda permite que a sua equipe tenha mais facilidade.

6. Cresça o seu negócio com um quadro de funcionários enxuto

O seu negócio ganha mais eficiência quando a sua equipe não precisa gastar tempo com retrabalhos, já que todas as atividades já estão padronizadas.

Com isso, os seus negócios podem crescer mantendo o mesmo time, ou seja, sem a necessidade de fazer novas contratações.

7. Sistema de gestão de qualidade

O ERP é uma ferramenta que oferece aos varejistas o sistema de gestão de qualidade, que fica responsável por gerenciar todos os dados dos produtos, assim como todos os processos financeiros do seu negócio.

O sistema oferece ao gestor informações claras sobre as áreas do seu supermercado que precisam de melhorias com urgência, proporcionando mais eficiência no momento de coletar informações sobre os lucros reais da empresa.

Conheça o sistema ERP Titan Software

Para reduzir gastos e aumentar a produtividade do seu supermercado é importante contar com uma ferramenta de automação adequada, como o sistema ERP Titan Software, que foi projetado para auxiliar na gestão do supermercado.

Com ele é possível automatizar os processos, aumentas vendas e ter uma ampla visão do seu negócio.  Para saber mais sobre o nosso sistema você precisa apenas acessar a página clicando aqui.

Mas, se quiser falar com um dos nossos especialistas, recomendamos que entre em contato agora mesmo!

Capa business inteligence

Business Intelligence: Metodologia que ajuda a sua empresa

O Business Intelligence é uma metodologia que pode ser aplicada em qualquer empresa, independente do porte ou segmento de atuação.

No setor varejista, o conceito de BI já é realidade em diversas empresas, após os gestores perceberem a importância de ter uma tecnologia que ajuda na tomada de decisões com base em dados sólidos, obtidos por meio de uma análise realizada nos processos e ações da própria empresa.

Essa ferramenta quando aplicada coleta os dados e apresenta os problemas internos da organização, permitindo em seguida que gestor possa realizar ações mais assertivas.

Assim, automaticamente o BI permite que as empresas varejistas melhorem o seu desempenho, o seu potencial competitivo e as suas vendas, mesmo em um cenário de instabilidade econômica.

No entanto, mesmo o Business Intelligence crescendo no setor varejista, não são todos os gestores que sabem como essa metodologia funciona e quais são os benefícios promovidos.

Por isso, o objetivo do post é explicar como as empresas podem se beneficiar com ele.

O que é Business Intelligence?

O Business Intelligence (Inteligência de Negócios) é um método que se resume ao uso de dados para melhorar a tomada de decisões importantes para um negócio.

Para isso, o BI monitora todas as operações realizadas em todos os setores de uma empresa, em seguida organiza e apresenta os dados obtidos.

Como um gestor de uma empresa varejista ou de qualquer outro setor precisa tomar decisões importantes.

Logo, o BI automaticamente se torna uma ferramenta indispensável para oferecer as informações necessárias no momento certo.  

Os pilares principais do Business Intelligence

Na prática, o conceito do BI se baseia em três pilares que são importantes para moldar a estratégia e permitir a sua eficiência na obtenção das informações.

1.   Coleta de dados

A coleta de dados é responsável por fornecer todas as informações que o gestor precisa sobre a sua empresa.

Essa etapa inicial é imprescindível para qualquer negócio, visto que é por meio dos dados obtidos que as decisões importantes são decididas.

Nesse sentido, uma empresa do setor varejista, por exemplo, pode obter informações sobre custos, rupturas de estoque, vendas, produtividade da equipe e outras.

2.   Organização, análise e apresentação dos dados

Com os dados obtidos, o próximo passo é a organização deles, de forma que seja possível obter insights valiosos.

A organização dos dados é necessária para facilitar a análise das informações importantes que foram obtidas.

No entanto, o profissional responsável por analisar os dados precisa ter noção sobre o mercado que o seu negócio atua, para que possa interpretar as informações corretamente.

Por fim, as informações podem ser direcionadas ao gestor responsável por tomar as decisões importantes.

3.   Monitoramento de resultados

Muitas empresas param os processos do Business Intelligence na fase anterior. Mas, isso é um erro que deve ser evitado, pois é somente após a decisão tomada que a proposta terá eficiência ou não.

Como nem sempre as ações nas empresas são corretas, visto que tanto o mercado quanto a estrutura interna da empresa podem mudar. Por isso, o monitoramento das estratégias colocadas em prática é muito importante.

O acompanhamento dos resultados permite que o gestor possa realizar mudanças nas estratégias que já foram aplicadas.

Os benefícios do Business Intelligence no varejo

O conceito do BI quando focado no setor de varejo pode causar impactos positivos, desde a gestão do estoque até análise interna.  

Então, essa metodologia quando aplicada na sua empresa pode trazer diversos benefícios, entre eles:

1.   Relacionamento com os consumidores do seu negócio

A melhora do relacionamento com os consumidores é um dos principais impactos do BI.

Por meio dos dados obtidos, o gestor sabe exatamente quais são os problemas ou desejos dos seus clientes.

Com isso, pode investir em estratégias de marketing ou de comunicação para melhorar o relacionamento com os clientes.

2.   Ajuda na tomada de decisões importantes

Melhorar o desempenho da empresa é de responsabilidade do gestor, mas atitudes importantes não podem ser tomadas de qualquer maneira.

Então, ao implementar o BI na empresa, o gestor pode usar os dados obtidos para identificar os problemas internos e tomar as medidas cabíveis, com mais facilidade e assertividade.

3.   Gestão do estoque

A gestão do estoque de uma empresa é necessária para evitar problemas como, por exemplo, rupturas, produtos vencidos e outros que causam prejuízos.

No entanto, não é uma atividade simples e, por isso, vale o uso de ferramentas como o BI, que auxilia na otimização do estoque ao permitir o acompanhamento dos produtos.

4.   Controle de metas

O BI também pode ser utilizado para o gerenciamento de metas de vendas.  As empresas do setor de varejo podem trabalhar com várias metas como, por exemplo, coletivas, individuais, valor e outras.

5.   Compreensão financeira

As decisões financeiras são importantes para qualquer empresa, mas na maioria das vezes as informações sobre o setor financeiro são muito complexas.

Nesse sentido, o objetivo do BI é facilitar a compreensão dos dados relacionados ao fluxo de caixa, taxa de inadimplência, nível de endividamento e outros.

Como o Business Intelligence da Titan Software pode ajudar o seu negócio

O BI Titan Software foi desenvolvido por especialistas para auxiliar as empresas do setor varejista.

Com a nossa ferramenta implantada você consegue gerenciar o seu negócio através dos dados obtidos em tempo real.

Para que isso seja possível, o BI funciona com integração ao sistema ERP que permite o acesso a relatórios gerenciais de vendas, recebimentos, estoque, previsões e outras informações.  Além disso, as principais vantagens promovidas são:

  • Média de redução de rupturas em 16%,
  • Média de redução de mão de obra de 7,2%,
  • Dados, informações e conhecimentos em tempo real para o crescimento da sua empresa.

Para saber mais sobre o BI Titan Software você pode entrar em contato agora mesmo com um dos nossos especialistas.

Conclusão

De fato, não é fácil gerenciar uma empresa e tomar decisões importantes quando são necessárias, ainda mais quando se não tem dados do que precisa ser melhorado.

Por isso, o uso do BI hoje em dia é fundamental na gestão de qualquer empresa porque direciona o gestor para o caminho certo através dos dados obtidos. 

Sendo assim, aproveite para conhecer o BI Titan Software e implantar na sua empresa.

Capa artigo erp para e-commerce

ERP para E-commerce: O que é e como funciona?

O sistema ERP para E-commerce é uma ferramenta fundamental para todas as lojas virtuais, ele auxilia na administração das atividades repetitivas com objetivo de facilitar o trabalho e aumentar a produtividade.

Com ele tarefas como conferência de pedidos, emissão de notas fiscais e outras atividades rotineiras podem ser automatizadas e executadas com muita eficiência.

Com isso, o sistema elimina as chances de erros que poderiam acontecer se as atividades fossem realizadas manualmente.

Por isso, o uso do ERP é importante tanto para e-commerce como também para lojas físicas.

Essa ferramenta quando utilizada promove diversos benefícios que deixam ainda mais em evidência a sua importância para as lojas varejistas.

Quer saber como ele funciona e quais são esses benefícios? Então, continue aqui para descobrir. 

O que é ERP para E-commerce?

A sigla ERP significa Enterprise Resource Planning, em português, Planejamento dos Recursos de uma Empresa.

Portanto, podemos definir o ERP como um sistema especializado na gestão de empresas, utilizado para integrar e administrar todos os processos realizados em uma empresa.

Essa ferramenta oferece um módulo para cada setor da empresa como, por exemplo, para área de vendas, logísticas, marketing, financeiro e para outros setores, todos eles são integrados em um único software.

Em seguida, o sistema ERP faz centralização das operações em um só lugar para otimizar a gestão da empresa.

Ele quando utilizado em um e-commerce, por exemplo, auxilia nos processos importantes como no controle de estoque, emissão de notas fiscais, cadastro de novos produtos, entrega dos produtos e outros.

Como o ERP para E-commerce funciona na prática?

Como explicado anteriormente, o ERP é uma ferramenta que integra todos os processos de uma empresa em um só sistema de gestão.

Com isso, o gestor consegue gerenciar todos os processos e obter informações sobre o seu negócio com muita facilidade. 

Por funcionar dessa maneira, o ERP contribui tanto para a gestão da empresa como também para a produtividade.

Qual a importância do ERP para E-commerce?

O sistema ERP é o ponto central em qualquer operação de e-commerce.

Isso porque, nesse tipo de negócio, as informações se atualizam com muita velocidade e, por isso, manter os dados organizados e disponíveis para equipe de trabalho é algo impossível sem esse tipo de ferramenta.

Além de ajudar a organizar os dados, o ERP também contribui para redução de custos operacionais do e-commerce e para o aumento da produtividade.

Quais são os benefícios que o sistema promove?

O ERP quando integrado ao seu e-commerce promove diversos benefícios como, por exemplo:

1.   Otimização da gestão de pedidos realizados

O ERP facilita o gerenciamento dos pedidos realizados ao reunir todas as informações em um só lugar. 

Além disso, por meio dessa ferramenta a equipe do e-commerce consegue cadastrar novos produtos, receber os pedidos realizados e organizar a logística de entrega com mais eficiência e rapidez.

2.   Emissão de notas facilitada

O sistema ERP já vem configurado com as informações sobre impostos e os produtos do seu negócio, então assim que ele recebe o pedido automaticamente a nota fiscal é emitida.

Por funcionar dessa maneira, o sistema economiza tempo e otimiza a rotina da sua equipe.

3.   Gestão de estoque

O ERP também auxilia na gestão de estoque do seu e-commerce ao automatizar as entradas e saídas de produtos dos canais de vendas.

Desse modo, ele garante ao seu negócio um controle de estoque mais eficiente, além de oferecer dados atualizados e seguros.

4.   Gestão financeira com mais eficiência

O sistema ERP quando integrado ao seu negócio também permite a administração segura e com eficiência de todos os aspectos do setor financeiro como, por exemplo, as receitas, as despesas, balanço de vendas, fluxo de caixa e tributações.

5.   Possibilidade de integração com outras plataformas

O sistema ERP também pode ser integrado a outras plataformas que são importantes para o funcionamento do seu e-commerce como, por exemplo, plataformas de marketplace, meios de pagamentos, soluções de logística e outros.

Como o sistema ERP Titan Software ajuda o seu e-commerce

O sistema ERP Titan Software é uma ferramenta desenvolvida para oferecer aos gestores de e-commerce mais praticidade na gestão do seu negócio.

Por meio dele você pode integrar todas as operações e processos à plataforma Titan.

Em seguida pode acessar todas as informações relacionadas a pedidos, clientes, formas de pagamentos e outras operações registradas automaticamente com muita facilidade.

Além disso, você pode usar o ERP Titan integrado com as principais plataformas de e-commerce como: Ifood, Loja Integrada e Magento.

Todos os recursos disponíveis foram desenvolvidos para facilitar o seu trabalho e o da sua equipe. 

Para saber como o ERP Titan pode ajudar o seu negócio você precisa apenas acessar a página.

Conclusão

A gestão de um e-commerce envolve diversas atividades que precisam ser analisadas com cuidado como, por exemplo, os pedidos realizados, os produtos no estoque, pagamentos realizados e outras.

Por isso, o uso de ferramentas de gestão como sistema ERP para e-commerce da Titan Software é importante para auxiliar em todos os processos.

Agora que você sabe que pode contar com a nossa ferramenta, o próximo passo agora é entrar em contato com um dos nossos especialistas para iniciar a implantação no seu e-commerce.