Inventário Rotativo: Entenda Por Que Fazer E Como Implementar Na Sua Loja

O controle de estoque é uma atividade essencial para o bom funcionamento de um varejo. E uma forma de estar sempre por dentro do que entra e sai da sua loja é realizando o inventário rotativo.

Para conhecer melhor essa ferramenta, vamos explicar neste artigo como fazer e como implementar o inventário rotativo no seu negócio. Confira!

O que é inventário rotativo?

O inventário rotativo é a contagem física de toda a mercadoria, incluindo o que estiver no estoque e o que estiver nas gôndolas da loja. Esse processo deve ser realizado organizadamente e com uma periodicidade fixa.

Para garantir maior precisão, é importante que o fluxo de entrada e saída esteja interrompido durante a contagem. Por isso, o recomendado é que se realize o inventário rotativo fora do horário de funcionamento da loja.

Uma forma de facilitar a contagem da mercadoria é escolher um setor ou família de produtos para fazer por vez. A periodicidade deve ser definida de acordo com a demanda do seu negócio, o ritmo de vendas, as quebras identificadas em inventários anteriores e a renovação do estoque devem ser levados em conta.

Inventário rotativo: por que fazer?

Com o inventário rotativo é possível, por exemplo, identificar a rotatividade dos produtos e fazer o acompanhamento de prazos de validade. Ambos dados muito relevantes para a manutenção do sucesso de um varejo.

Empresas que realizam inventário apenas uma vez por ano, como é comum de se encontrar, acabam perdendo muito por não identificarem problemas rapidamente. A realização periódica do inventário rotativo permite que você perceba quaisquer problemas relativos ao seu estoque, como a descartabilidade de produtos ou a má conservação ou armazenagem, sempre a tempo de achar soluções.

O inventário rotativo é ainda um grande aliado da contabilidade, pois facilita o controle de entradas e saídas de mercadorias, identificando as perdas na operação, como furtos, desvios, consumos, dentre outros.

Como implementar o inventário rotativo?

Para implementar este método no seu negócio, basta seguir o que explicamos neste texto. Primeiramente, defina uma periodicidade para realizar a contagem das mercadorias. Depois, determine o momento em que essa atividade será realizada, pode ser, por exemplo, após o fechamento da loja.

Um dos critérios para definir a periodicidade de inventários de uma categoria de produtos é o percentual de quebras registrada nos últimos inventários. Baseado nisso você pode montar uma agenda de contagem que execute com maior periodicidade uma categoria com quebras mais relevantes e com menor periodicidade uma categoria com poucas perdas. Assim ficará mais fácil encontrar o motivo das quebras existentes nas categorias e tratá-las adequadamente para reduzi-las a níveis aceitáveis.

A tecnologia pode auxiliar bastante nesse processo também. O uso de um handheld ou coletor de dados em conjunto com um software que armazene as informações coletadas vai conferir rapidez à inclusão e ao ajuste de dados, e dar ainda mais precisão ao inventário rotativo.

Ter um maior controle sobre o seu estoque é uma ótima forma de diminuir custos e aumentar a lucratividade através da otimização de processos internos. Isso pode ser percebido de forma ainda mais clara nos varejos que têm alto giro e grande diversidade de produtos.

Considere essa ferramenta! Teste e veja como ela pode ajudar você a chegar a um novo nível com a sua loja.

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *