Precisa de ajuda?

11 4191-9848

2009: Hora de ficar com a prestação de contas em dia.

O ano de 2008 ficou para trás, apesar da crise econômica mundial ter sido o principal assunto discutido entre os empresários de todos os setores da economia brasileira, vivenciamos no comércio alguns momentos importantes que marcaram o segmento, e sem dúvida alguma, vão impactar os processos e modelos de negócios das empresas neste ano.

As mudanças relacionadas à área fiscal resultantes da forte movimentação (pressão) do governo para reduzir a sonegação, foram os fatores que mais afetaram nosso cotidiano, e principalmente, exigiram muitas mudanças nos processos e controles internos para atender às novas exigências fiscais.

A obrigatoriedade de implantação da Nota Fiscal Paulista, iniciada no comercio varejista no final de 2007, trouxe uma nova realidade para o comércio varejista, desde os pequenos comerciantes às grandes redes lojas, muitas alterações e adequaçãoes foram necessárias, inclui-se: novos processos, treinamento (pessoas) e software, isto resultou que, tanto no ponto de venda (PDV), quanto no backoffice, os sistemas foram ou estão sendo adequados. Isso sem falar em outros procedimentos e exigências fiscais que fazem parte do conjunto de prestação de contas com o Governo, como o Síntegra , a famosa e (trabalhosa) Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), e agora em 2009, o SPED.

A barreira está na adequação interna das empresas ao novo modelo, o software de gestão (back office) e frente de caixa (PDV) precisam estar preparados, prontos, não apenas para fornecer as informações obrigatórias as entidades, mas deve, principalmente, oferecer aos gestores uma visão completa e integrada das taxas, tributos e impostos a pagar e a receber, apresentando relatórios gerenciais de impacto e lucratividade, baseado nas vendas e margens.

A tarefa não é fácil, principalmente porque na maioria das empresas existem muitos sistemas legados não integrados, distribuídos por departamentos ou lojas que processam informações separadamente da matriz, e isso sempre gera problemas. A tecnologia também muitas vezes não é flexível e avançada, isso aumenta os custos para desenvolver as customizações devidas. O software, coração da empresa, deve processar as informações de forma centralizada, integrada e completa , contendo a escrituração fiscal, a apuração de todos os impostos obrigatórios, considerar todas as movimentações financeiras, compras, vendas, custos e despesas.

Esse é o primeiro passo para começar 2009 de maneira diferente. Nossos clientes estão prontos e preparados para enfrentar e superar as necessidades fiscais, usam nossas soluções web para crescer, tomam decisões certas a partir de informações operacionais e estratégicas. Então, vamos dizer não à crise e focar nossos esforços para implementar práticas inovadoras para, potencializar nossos negócios, sempre em dia com as obrigações fiscas.

Receba um atendimento consultivo de um de nossos especialistas

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

MAIS DICAS PARA VOCÊ

Esses artigos podem lhe interessar

image

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua empresa 

Você sabe o que é fluxo de caixa? Em um mundo empresarial, saber gerenciar as finanças é um dos pontos mais importantes para se manter no mercado e crescer.   Nesse…
image

Integrações para supermercado: conheça as principais

Você sabe o que são Integrações para supermercado? Em um mercado cada vez mais competitivo, os supermercados precisam estar preparados para atender às demandas dos clientes e oferecer uma experiência…
image

Metas de venda: Por que são importantes para seu supermercado  

As metas de venda sempre estiveram presente nas empresas em geral, por ajudar a aumentar as vendas e a melhorar diversos pontos importantes, nesse mesmo sentido a definição de metas…