Precisa de ajuda?

11 4191-9848

E você, já está preparado para o SPED?

Preparado para o SPED?

Mais uma vez estamos nos aproximando do final de ano, uma das épocas mais esperadas e festejadas pelos brasileiros, Natal, Reveillon, Ceias, enfim, muitas confraternizações que muitas vezes nos fazem parar e aproveitar um pouco nossos amigos e familiares, e claro, planejar o ano que esta por vir. Bom, mas o que isto tem a ver com Sped? Até o ano passado nada, mas a partir deste ano, TUDO.

Do outro lado da esfera, ou melhor, do (nosso) lado do comércio, o final do ano é o momento mais importante e crucial para as vendas, temos apenas alguns dias entre dezembro e janeiro onde nada pode dar errado, precisamos preparar a loja para atender a demanda, que apesar da crise, este ano promete ser muito positivo, e já nos preparamos para o ano novo, projetando novas vendas,  desafios, metas e uma montanha de coisas para fazer, a velha lenda que o ano só começa mesmo depois do Carnaval, realmente virou lenda, concordam? Nossa vida poderia ser mais fácil, se o governo no intuito de agilizar e dar mais confiabilidade na relação com o Fisco, não tivesse iniciado o projeto do SPED (Sistema Publico de Escrituração Digital) a mais ou menos dois anos atrás (meados de 2007), com o inicio marcado para janeiro de 2009, os primeiros arquivos deverão ser entregues no inicio de fevereiro, referente a escrituração fiscal, o que na realidade acabará se tornando um grande problema para a maioria das empresas que iniciaram o projeto, pela lista apresentada em torno de 26 mil empresas, sendo 3 mil delas em São Paulo.

Projeto em andamento

O projeto vem no escopo da reforma tributária e visa realizar uma das maiores mudanças no campo contábil e fiscal no país, que englobam três grandes projetos, o SPED Fiscal, SPED Contábil e a já conhecida Nota Fiscal Eletrônica, que já esta em pleno funcionamento e em dezembro ampliará sua obrigatoriedade no País. No SPED, em um primeiro momento apenas alguns estabelecimentos serão obrigados a emitir o arquivo digital, mas o objetivo do Governo é que todos os estabelecimentos que contribuem com ICMS e IPI sejam obrigados a cumprir essa determinação.

Para garantir a eficácia da operação, o governo esta fazendo alguns projetos pilotos, um dos projetos é o da Usiminas, uma mega empresa brasileira de siderurgia, com 9,5 milhões de toneladas/ano e participação de 53% no mercado, com unidades em oito estados e três países. A empresa tem um movimento em torno de 170 mil notas de saída por mês e em contra partida 150 mil notas de entrada/mês, a parte contábil não fica atrás, movimenta seis milhões de lançamentos por mês e mais de 20 mil páginas de livros fiscais, com 30 mil empregados diretos e indiretos e pagou cerca de 3,4 bilhões de reais em impostos até novembro de 2007. Os números impressionam, e por isso, dado seu volume, foi a primeira a validar o SPED contábil.

Como funciona o SPED?

Como não poderia deixar de ser, muitas das empresas brasileiras ainda não sabem muito bem o que é efetivamente o SPED e como os softwares atuais se adaptarão ou até mesmo se deverão trocar por um sistema que atenda as novas exigências do Governo, pois hoje já existem cerca de 1,4 mil campos a serem preenchidos e segundo estimativa da própria receita poderão ultrapassar mais de 3000 campos, e com isso mais do que nunca a gestão integrada da empresa, dos números de vendas a parte fiscal e contábil, é o principal alicerce corporativo. Cada vez mais as informações precisam ser integradas, gerenciadas e disponibilizadas para gestores da empresa, segundo o Jornal O Estado De São Paulo, nenhuma empresa que seja obrigada ao SPED poderá realizar qualquer transação ou negociação comercial se não estiver plenamente adaptada ao novo sistema, inclusive sendo passível de multas, você pode conferir a lista das empresas no site da receita.

Não tem jeito, a única forma das empresas do nosso segmento de atacado e varejo se adequarem ao SPED é por meio de um sistema de gestão integrada, que aliás esta deixando a cada dia que passa de ser algo a mais para se tornar primeira necessidade nas empresas, um software de ERP que diminua a necessidade de retrabalho e guarde as informações detalhadas de todas as operações em um único lugar virou commodities, caso contrário, é como sempre disse meu pai e é a sabedoria dos mais velhos, o molho vai ficar mais caro do que o peixe.

Principais benefícios do SPED, segundo a Receita Federal

Para as Empresas:

  • Melhor ambiente de negócios com racionalização e aumento da competitividade por conta da diminuição da concorrência desleal
  • Simplificação das obrigações fiscais
  • Redução de custos de papel
  • Melhoria e aperfeiçoamento dos processos internos

Para o Fisco:

  • Melhor qualidade das informações
  • Melhor controle fiscal
  • Redução da sonegação
  • Maior integração entre fiscos federal, estaduais e municipais
  • Redução e eliminação de fraudes

Para a Sociedade:

  • Redução do chamado “Custo Brasil”
  • Incentivo ao comércio eletrônico entre empresas
  • Preservação do meio ambiente com redução do consumo de papel

Requisitos necessários do software de gestão para atendimento ao SPED:

  • Controle completo das informações fiscais e contabeis.
  • Integração on-line dos módulos, para não haver retrabalho.
  • Controle de geração dos arquivos gerados.
  • Possibilidade de conferência dos arquivo no dia-a-dia.

Para saber mais informações sobre o SPED:

Também é possível conhecer mais no site da receita ou na Mastersaf, parceiro de negócios da Titan Software.

Receba um atendimento consultivo de um de nossos especialistas

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

MAIS DICAS PARA VOCÊ

Esses artigos podem lhe interessar

image

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua empresa 

Você sabe o que é fluxo de caixa? Em um mundo empresarial, saber gerenciar as finanças é um dos pontos mais importantes para se manter no mercado e crescer.   Nesse…
image

Integrações para supermercado: conheça as principais

Você sabe o que são Integrações para supermercado? Em um mercado cada vez mais competitivo, os supermercados precisam estar preparados para atender às demandas dos clientes e oferecer uma experiência…
image

Metas de venda: Por que são importantes para seu supermercado  

As metas de venda sempre estiveram presente nas empresas em geral, por ajudar a aumentar as vendas e a melhorar diversos pontos importantes, nesse mesmo sentido a definição de metas…