Precisa de ajuda?

11 4191-9848

O que o cloud computing pode fazer por sua rede de varejo

Atualmente, o cloud computing (modelo de negócio em que o cliente tem acesso a uma variedade de serviços, aplicações e soluções garantidos pelo provedor) tem sido muito comentado pelo meio corporativo. As empresas buscam soluções que aumentem a segurança, a confiabilidade e a produtividade em suas operações, mantendo a satisfação dos usuários e o acesso facilitado. Os varejistas gradativamente têm percebido que isto pode otimizar a operação comercial, a redução no consumo de energia e gastos com compras de hardwares e servidores, o espaço para alocação de um servidor interno na empresa e a diminuição no número de profissionais especializados em informática, para citar algumas vantagens.

Outra vantagem do cloud computing é proporcionar a entrega de software como serviços (SaaS), com base no aluguel do software através de um provedor de serviços, da internet ou conexão dedicada, proporcionando custos racionalizados de licenciamento de software e suporte, que podem ser contratados pelo período de uso – idéia é permitir que se tenha acesso a programas, serviços, dados pessoais e institucionais de forma remota.

Ao invés de se apoiar num software, os recursos disponíveis em seu computador contam com respaldo de um programa instalado em algum lugar na internet, num servidor que por sua vez está instalado em um datacenter gerenciando por especialistas em tecnologia. Esse tipo de nuvem também é classificado como “on demand”.

De acordo com a pesquisa realizada pela MBI, e encomendada pela Dualtec – Cloud Solutions, revela que 49% das empresas já usam serviços de nuvem ou estão avaliando adotá-los. A pesquisa entrevistou 153 empresas de pequeno, médio e grande portes.

Segundo a mesma pesquisa, 20,9% das empresas declararam usar os serviços de cloud computing, dos quais 6,5% estão testando nuvens privadas. Já 28,1% dos entrevistados informaram que estudam adotar a tecnologia.

Empresas que antes investiam altos recursos em aplicações desenvolvidas especialmente para suas necessidades estão abandonando esse modelo pouco a pouco. Em outras palavras, está se consolidando uma nova forma de lidar com TI – enquanto os formatos anteriores se dissipam nas nuvens, literalmente. Ninguém mais tem tempo para longas implantações ou longos processos de treinamento de funcionários. Hoje é preciso ter condições de resolver determinados problemas instantaneamente, da mesma forma com que eles surgem.

Não se pode depender, como até bem pouco tempo atrás, de um profissional dedicado a garantir que todo o sistema rode sem problemas. Também vem se tornando dispensável investir em hardware e assumir despesas referentes a espaço, energia, sistemas de refrigeração e segurança etc. Há sempre uma equipe especialista em stand by na nuvem computacional para resolver toda sorte de problemas num espaço de tempo sempre mais reduzido.

Um ponto que geralmente é colocado em prova pelas redes varejistas é a questão da segurança. Profissionais do meio lembram que, no início dos anos 90 do século passado, o assunto era adoção do modelo client-server, as dúvidas referentes à segurança faziam-se presentes. O mesmo aconteceu quando se começou a falar em comércio eletrônico e ainda era grande o temor de se liberar o uso de cartões de crédito pela Internet.

Hoje, as operações em datacenter têm assegurada uma alta confiabilidade, os dados passam por backup diariamente ou semanalmente e estão geralmente divididos em outros datacenters para aumentar a segurança.

Para 17% dos pesquisados, a cloud computing é “muito mais segura” ou pelo menos “um pouco mais segura” do que a TI processada internamente.

Rogério Mouro, diretor da MCOM, diz que “A nuvem garante disponibilidade a um preço que dificilmente se obtém internamente. Porém, de um jeito ou de outro, o que interessa é que o cliente consiga deixar de lado as preocupações e esforços relacionados à infraestrutura tecnológica para se preocupar com questões específicas e mais relevantes para o seu negócio.”

O Sistema TITAN possibilita uma operação em datacenter (através de Clouding Computing), trazendo tudo o que há de melhor e mais avançado nesta prática: Segurança, Rapidez e acesso aos dados remotamente. O Sistema TITAN ainda possibilita redução de custos com licenças de bancos de dados e compras de hardwares e servidores e agrega tecnologias que proporcionam alta disponibilidade, escalabilidade e segurança, ainda mais para o varejista que precisa reduzir seus custos com implantação e manutenção..

Fonte: Computer World

Photo by: rfktech9

Receba um atendimento consultivo de um de nossos especialistas

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

MAIS DICAS PARA VOCÊ

Esses artigos podem lhe interessar

image

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua empresa 

Você sabe o que é fluxo de caixa? Em um mundo empresarial, saber gerenciar as finanças é um dos pontos mais importantes para se manter no mercado e crescer.   Nesse…
image

Integrações para supermercado: conheça as principais

Você sabe o que são Integrações para supermercado? Em um mercado cada vez mais competitivo, os supermercados precisam estar preparados para atender às demandas dos clientes e oferecer uma experiência…
image

Metas de venda: Por que são importantes para seu supermercado  

As metas de venda sempre estiveram presente nas empresas em geral, por ajudar a aumentar as vendas e a melhorar diversos pontos importantes, nesse mesmo sentido a definição de metas…