Precisa de ajuda?

11 4191-9848

O que temos e o que vem por ai na área fiscal

A edição de março da revista SUPERVAREJO da APAS, Associação Paulista de Supermercados, trouxe como destaque uma matéria que certamente preocupa muitos empresários e gestores da área de varejo e comércio. O tema de capa da revista foca nas leis e emendas aprovadas recentemente e nas novas emendas que estão na pauta de discussão dos políticos para aprovação ainda este ano, que, se aprovadas, devem gerar novas obrigações fiscais e responsabilidades fiscais para supermercados e empresas do setor.

Nós da Titan, atentos nestas possíveis mudanças, as novas obrigações fiscais, e optamos por destacar no Blog alguns assuntos que, uma vez aprovados devem impactar o dia a dia do varejo, e claro, demandar mudanças rápidas no controle das informações e nos sistemas de retaguarda e loja.

Tributos

DCTF

Declaração de Tributos Federais: A entrega da DCTF passou a ser mensal, ou seja, todas as empresas (exceto as que operam pelo sistema simples) devem entregar mensalmente a declaração dos impostos devidos baseados no faturamento da empresa. O destaque é a DCTF de março, que deve ser entrega já com a certificação digital – assinatura eletrônica do representante empresa.

SPED

A partir deste ano as empresa que operam pelo regime de lucro real devem obrigatoriamente cumprir as obrigações do Sistema Público de Escrituração Digital, conhecido como SPED. É importante ressaltar que o SPED é composto pelo SPED Contábil, Fiscal e pela Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). Em Junho os livros contábeis devem sair de cena e somente serão aceitos o modelo eletrônico do SPED Contábil. O Atraso da entrega do SPED Contábil pode gerar multas para as empresas.

NF-e

Nota Fiscal Eletrônica: Já implementada em São Paulo e ainda não obrigatória para os supermercados, apenas seus fornecedores, a NF-e é uma das principais apostas do Governo para reduzir com a sonegação de impostos. Mesmo com este cenário, é fundamental que os supermercadistas se preparem para a NF-e, pois em breve ela se tornará obrigatória para todos.

SAT

Já no segundo semestre o Sistema de Autenticação e Transmissão de Cupom Fiscal Eletrônico será muito discutido e debatido no setor. É basicamente um novo sistema automatizado que permitira a transmissão das informações de vendas da loja diretamente para a Receita a partir de um simples celular ou dispositivo móvel.

Sempre é interessante mencionar as necessidades de adequação das empresas para este novo momento. É cada vez mais crítico que os sistemas de gestão corporativa e gerenciamento de lojas estejam preparados para atender as novas exigências legais não somente na área contábil, mas principalmente em todos os departamentos da empresa.

Fonte do post: Revista SUPERVAREJO – edição de março

Receba um atendimento consultivo de um de nossos especialistas

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

MAIS DICAS PARA VOCÊ

Esses artigos podem lhe interessar

image

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua empresa 

Você sabe o que é fluxo de caixa? Em um mundo empresarial, saber gerenciar as finanças é um dos pontos mais importantes para se manter no mercado e crescer.   Nesse…
image

Integrações para supermercado: conheça as principais

Você sabe o que são Integrações para supermercado? Em um mercado cada vez mais competitivo, os supermercados precisam estar preparados para atender às demandas dos clientes e oferecer uma experiência…
image

Metas de venda: Por que são importantes para seu supermercado  

As metas de venda sempre estiveram presente nas empresas em geral, por ajudar a aumentar as vendas e a melhorar diversos pontos importantes, nesse mesmo sentido a definição de metas…