Havaianas: Do Brasil para o mundo

Pela primeira vez vamos falar de um tema diferente no nosso blog. Mesmo não ligado diretamente à gestão e tecnologia para o comércio, o assunto é bem interessante e, na minha visão, tem muito a ver com o nosso mercado.

Nos últimos meses tenho me dedicado a conhecer um pouco mais as operações de varejo fora do nosso país, especialmente as localizadas na America Latina. Em minha última viagem visitei a Venezuela, um país com muitas belezas e contrastes, com características e belezas únicas e encantadoras.

Chegando em solo venezuelano, saí do aeroporto e fui direto visitar três grandes redes de varejo situadas em diferentes regiões de Caracas. Aparentemente tudo dentro do planejado, contatos com gestores, discussões sobre gestão, processos, softwares, problemas, oportunidades e características peculiares das empresas daquele país.

No final do dia percebi um fato inusitado, algo pouco comum, que realmente me surpreendeu. Caminhando pelos corredores das lojas e conversando com as pessoas, percebi que em todas tinham as nossas belíssimas e brasileiríssimas Havaianas, estampadas com grande destaque nas gôndolas da seção de calçados.

Chinelos havaianas

Fiquei realmente impressionado com a força das nossas marcas, ainda mais no caso das Havaianas, que passou por um processo de reinvenção e renovação profundo, e agora está fazendo sucesso nas lojas de varejo em diversos países.

Pesquisando na internet, encontrei um post bem interessante publicado no portal mundo marketing que explica bem a história de sucesso da marca Havaianas.

Pequeno trecho do post escrito por Bruno Mello:

Havaianas é um dos casos de sucesso mais comentados no mundo dos negócios. Fala-se da propaganda com celebridades, da mudança de posicionamento da marca e do aumento do portfólio. Mas se o chinelo de borracha é hoje o mais celebrado no mundo, deve isso a uma mudança profunda no Mix de Marketing da marca que superou a sua categoria e virou artigo de moda.
“As legítimas” começaram a ser fabricadas em 1962 pela Alpargatas. “Foi uma marca lançada para a classe média que, com o passar do tempo, todo mundo passou a usar e o resultado é que ela acabou se popularizando demais”, conta Rui Porto (foto), Diretor de Mídia e Comunicação das Havaianas em entrevista ao Mundo do Marketing.
Clique aqui para acessar o texto completo.

Decidi escrever sobre este fenômeno de marketing, pois muitas empresas enfrentam o mesmo dilema: o desafio da reinvenção.

A competitividade e a agressividade do século XXI, especialmente no comércio, nos pressionam continuamente a tomar decisões rápidas e assertivas, em qualquer área da empresa, seja no operacional ou no estratégico.

Portanto, como no caso da Alpargatas, reinvente-se e torne sua marca cada vez mais desejada pelos consumidores. Isso vale para o Brasil e para qualquer país do mundo.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *