Celular: sua carteira eletrônica

Detendo atualmente mais da metade dos pagamentos nas lojas, os cartões de crédito e débito migrarão para os smartphones.

Publicada em maio deste ano, a Medida Provisória nº 615, permite realizar transações financeiras via dispositivos móveis, tais como transferência de dinheiro entre pessoas físicas, pagamento de mercadorias ou conta de luz. Será um serviço de grande utilidade, beneficiando milhões de pessoas que hoje não têm acesso a conta de banco, cartão de crédito, mas têm acesso à telefonia celular, onde carregaria um crédito pelo aparelho para realizar seus pagamentos.

Esse é um passo para o varejo nacional no ecossistema do pagamento mobile.
Empresas de telefonia estão se preparando para oferecer uma nova funcionalidade para o “dinheiro móvel”. Suas apostas vão para a substituição do cartão de crédito/débito pelo aparelho de celular na hora de realizar suas compras.

Este conceito de carteira eletrônica são para os clientes que já possuem conta em banco.
Na prática, funcionaria da seguinte forma: o cliente interessado em fazer pagamento com o celular autoriza o banco a transferir os dados de sua conta à operadora de telefonia, que os insere no chip. A partir daí, o cliente não vai mais precisar do cartão de banco.

Com os dados da conta no chip, basta o cliente aproximar o celular da maquininha para pagar a compra, fazer saques ou transferências. Até aí os projetos coincidem. No entanto, ainda não há consenso sobre o valor de compras permitido sem a necessidade de senha.

Em meio de tanto crescimento de pagamento do pagamento online e por carteira eletrônica, promovido pelo e-commerce, a evolução do dinheiro móvel é promissor. Apesar de não haver uma referência de sucesso, alguns serviços como compra de bilhete de trens e ingressos de shows ou pagamento de táxi, já fazem parte do cotidiano dos americanos e japoneses. Essas facilidades são oferecidas graças a algumas tecnologias conhecidas:

E-wallet: é a facilidade de realizar pagamentos e compras através de aplicativos nos smartphones carregamos esta opção junto ao celular, de forma prática e segura.

Near Field Communication (NFC): são chips presentes na maioria dos smartphones do mercado, permitindo que o aparelho funcione como um cartão de crédito através da aproximação com a o leitor magnético.

A NFC & Mobile Money Summit deste ano vai reunir as partes interessadas do ecossistema móvel para discutirem sobre a importância da NFC na paisagem do comércio móvel, bem como os problemas a serem superados para torná-la uma realidade de mercado de massa, como a aquisição de equipamento por parte dos lojistas. A conferência de dois dias irá explorar temas como a situação do mercado de NFC, comércio móvel do ponto de vista do varejista e o futuro das carteiras móveis.

Enquanto essa tecnologia se prepara para chegar ao ponto de venda, o lojista continua aumento suas vendas com cartões crédito e débito, que tiveram crescimento de 17% já no primeiro semestre.

A Titan Software possui soluções de conectividade necessárias para o uso cartões, realizando transações simultâneas e oferecendo a agilidade tanto na aquisição quanto na operação, otimizando as vendas de final de ano.

Fonte: Roberto Labamba

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *