e-mail-mkt-erp-nuvem-1-1024x500

Sistema para Supermercado na Nuvem ou Local: Como escolher?

O sistema ERP para supermercado sempre foi utilizado nas empresas.

Esse sistema traz diversas vantagens como, por exemplo, facilidade para identificar e solucionar problemas, melhora na gestão, controle de estoque de produtos e entre outras.

Por causa desses benefícios essa ferramenta se tornou indispensável na gestão dos negócios. 

Entretanto, com tantas opções disponíveis para escolher é preciso ficar atento aos diferenciais cada software.

Isso porque cada um deles funciona de uma forma diferente, por isso é comum que os gestores fiquem na dúvida entre o “sistema ERP na nuvem ou local”. 

Por está razão, nesse post vamos mostrar a diferença de cada uma dessas opções.

A diferença entre o sistema ERP na nuvem e Local

Ao analisarmos o nome já é possível perceber a principal diferente entre os dois softwares. 

O Sistema ERP na nuvem ou SaaS (Software-as-a-Service), é oferecido às empresas por meio de um serviço de assinatura. 

Por outro lado, o ERP local, ou on-premise, é um software que fica instado nas próprias máquinas da empresa, podendo ser acessado pela equipe de TI.

O ERP na nuvem é um sistema que armazena os dados de uma empresa no seu servidor online. Então, para o gestor gerenciá-lo precisa ter acesso à internet.

Além disso, por ser um serviço remoto a gestão e o suporte são mais rápidos; Já o servidor local não oferece suporte online por ser instalado nas máquinas locais.

A diferença de preço entre o sistema ERP na nuvem e Local

Cada um dos sistemas possui o seu preço para instalação.  O sistema na nuvem é um serviço contratado por meio de uma assinatura mensal. Nesse serviço está incluído o treinamento, atualizações do sistema, infraestrutura e entre outros. 

A contratação de um sistema ERP local possui custo maior por incluir a compra da licença perpétua, além de investimento em infraestrutura e contratação de pessoas especializadas.

Vantagens e desvantagens dos dois sistemas

Assim como qualquer outra ferramenta de gestão de empresas, o sistema ERP local e na nuvem oferecem vantagens e desvantagens.

Vantagens do ERP na nuvem

  • Pode ser acessado a qualquer momento e de qualquer lugar,
  • Todas as atualizações, suporte, backups estão inclusos na mensalidade,
  • Não é necessário investir em infraestrutura,
  • A segurança é de responsabilidade do fornecedor.

Desvantagens do ERP na nuvem

  • Investimento fixo,
  • Nem sempre você sabe onde os dados estão armazenados,
  • Pode ficar fora do ar.

Vantagens do ERP local

  • A segurança dos dados é feita internamento,
  • Maior controle no processo de instalação,
  • O gestor escolhe a equipe de suporte.

Desvantagens do ERP local

  • A personalização pode gerar atrasos na instalação,
  • A segurança dos dados é de responsabilidade da empresa,
  • Dificuldade para atualizar o sistema,
  • Custos imprevisíveis em longo prazo.

O que avaliar nos dois sistemas?

Um dos fatores que você deve avaliar nos softwares ERP é a segurança. Afinal, essa ferramenta ficará responsável por armazenar todos os dados operacionais da sua empresa.  E, por isso, esse critério deve ser analisado com atenção.

Para quem escolhe o ERP na nuvem, vale destacar que acessibilidade móvel também deve ser analisada antes da contratação.

O ideal é que o sistema ofereça acessibilidade móvel fácil, e aplicativo móvel para facilitar.

Qual o melhor para a empresa o Sistema ERP na nuvem ou local?

Hoje em dia é fácil encontrar um sistema ERP de qualidade para utilizar em sua empresa.

Isso porque as empresas especializadas em soluções tecnológicas oferecem tanto o sistema local quanto o sistema em nuvem.

Então, o que você precisa fazer é avaliar qual das opções agrega melhor custo-benefício a sua empresa.

O sistema ERP na nuvem oferece vantagem financeira e soluções tecnológicas em longo prazo, além de segurança nas informações.

Para isso, há a terceirização de profissionais que são responsáveis pelo sistema.

Ainda assim, esse sistema é uma das tecnologias indispensáveis ara o gerenciamento das empresas de qualquer setor.

Isso porque com frequência surgem novas ferramentas no mercado que oferecem mais funcionalidades, mais armazenamento de informações e mobilidade.

Conclusão

Se você deseja contratar um sistema ERP na nuvem pode contar com a nossa ajuda.

Os nossos sistemas oferecem segurança de dados, agilidade, automação de processos e entre outros benefícios para sua empresa.

1

Sistema ERP para supermercado: Entenda a importância dele em seu negócio

Um sistema ERP para supermercado se tornou uma ferramenta indispensável para esses estabelecimentos. 

Afinal, ele automatiza os processos de forma que eles fiquem ágeis, eficientes e dinâmicos.

Por causa disso, esse software de gestão se tornou um grande aliado dos donos de supermercado, que agora podem contar com um software que além de aumentar a produtividade e a lucratividade do seu negócio, promove ainda diversos benefícios.

Nesse post você vai entender o que é esse software e como ele pode ajudar o seu negócio.

 O que é um Sistema ERP para supermercado?

Como sabemos um supermercado tem vários setores em funcionamento.  Então, contar com apenas um sistema de contabilidade ou de vendas nunca será suficiente.

Sendo assim, é importante contar com uma ferramenta que ajude a automatizar e integrar todas as áreas e atividades. Como, por exemplo, controle de estoque, gestão fiscal, atendimento e entre outras.

Representação vetor ERP

Tudo isso pode ser integrador e gerenciado melhor com auxilio de um Sistema ERP, que é um software inteligente que oferece ao gestor o controle de todo o seu comércio de forma rápida.

Por que investir em um Sistema ERP para supermercado é importante?

Um dos motivos para você investir nesse sistema é a possiblidade de centralizar todas as informações e dados em um só lugar. 

Assim você pode gerenciar com facilidade a entrada e saída de recursos, além de poder também analisar com detalhes os resultados do seu negócio e poder identificar quais os problemas ou pontos que precisam de melhorias.

Entretanto, é importante destacar que a escolha desse tipo de sistema deve ser de acordo com as necessidades do seu negócio.

Cada negócio possui as suas particularidades e cada um dos softwares tem funcionalidades específicas para cada um deles.

Por isso, é importante que você analise primeiramente o tamanho do seu negócio para saber qual tipo de ERP deve ser implementado.

Além disso, considere também o tipo de tarefa que você gostaria de automatizar no seu mercado.

6 Motivos para você utilizar esse sistema em seu estabelecimento

Ao implementar esse sistema em sua empresa você vai perceber diversos benefícios como, por exemplo:

1. Redução de erros

Ao adotar esse sistema você vai está ajudando os seus funcionários a não cometerem erros de digitação ou de operações.

Redução de erros decorridos no sistema erp

Por exemplo, imagine que uma operadora de caixa está passando cada item na calculadora, depois digitando o valor total na maquininha de cartão.

As chances de algo ficar errado são grandes, e esses erros não acontecem apenas no caixa, já que eles podem ser cometidos também no estoque e entre outras áreas.

Por isso, é importante adotar um sistema ERP para facilitar o trabalho e diminuir as chances de erros, e mesmo que aconteça algum erro é possível identifica-lo rapidamente e corrigi-lo.

2. Redução de fraudes

Os produtos expostos ajudam a chamar a atenção dos clientes, mas também chama atenção das pessoas mal-intencionadas.

Formas de reduzir fraudes

Então, uma forma de reduzir as fraudes é automatizando o seu PDV por meio de um software e equipamentos de automação comercial.

Porém, não é apenas no ambiente de vendas que as fraudes podem acontecer, infelizmente alguns funcionários ou fornecedores também podem prejudicar o seu negócio.

E esse problema pode acontecer principalmente se você não tem uma conferência de pedido de compra com o pagamento realizado.

3. Mais produtividade

Com um sistema ERP o trabalho da sua equipe melhora, pois a ferramenta faz com que as informações fiquem centralizadas de forma que reduz a perda de tempo.

Por exemplo, o trabalho manual com as notas dos seus produtos pode ser substituir um processo de notas automatizadas.

Essas notas podem ser lançadas rapidamente por meio de um clique.

4. Informações com mais segurança

Com esse sistema você pode definir perfis de usuários com limites de acesso.

Segurança de dados n sistema ERP

Por exemplo, se um funcionário ficou responsável pelo setor de estoque, por ele precisa saber informações sobre as outras áreas?

Com o sistema ERP essas informações ficam seguras.

5. Organização

Um dos benefícios de utilizar o sistema ERP para supermercado é que você consegue trabalhar de forma mais organizada.

Podendo manter as informações como vendas, compras, estoque e entre outras reunidas em um só lugar, assim você consegue gerenciar melhor o seu negócio e a sua equipe.

Isso porque esse sistema ERP é um aliado para todas as áreas de um supermercado.

6. Atendimento com mais eficiência

Como sabemos todo cliente busca ter a melhor experiência possível, e você pode oferecer isso ao adotar um software de automação que ajuda a evitar as filas, permitindo assim que o atendimento seja mais rápido.

Atendimento ao cliente

É importante destacar para você que a implementação de um sistema ERP para supermercado não é um gasto, mas sim um dos melhores investimentos que você pode fazer para o seu negócio.

Com ele o gestor consegue automatizar todos os processos do seu negócio, além de poder conhecer melhor o perfil dos seus clientes e assim, pode utilizar estratégias que atendam às necessidades deles.

Conheça como o sistema ERP Titan Retail pode auxiliar na gestão do seu supermercado

Depois de todas essas dicas, podemos notar que um sistema ERP é a solução para a gestão de seu supermercado, não é mesmo?

Portanto, possuir um sistema ERP eficiente, que ajude nesse processo, é essencial.

Para isso, conheça o sistema ERP Titan Retail. Esse sistema, além de contar com as funcionalidades que apontamos nas dicas anteriores, também traz uma série de vantagens.

Por exemplo: Você pode fazer a gestão dos cortes na desossa do açougue, o controle dos insumos e da produção da padaria e até uma pesquisa de preços dos concorrentes de forma automatizada, o que facilitará muito na sua pesquisa de mercado para definir os preços das suas mercadorias. Confira mais detalhes no nosso artigo sobre calculadora de precificação de produtos;

Então, gostou das dicas e quer saber mais como o Titan Retail pode auxiliar na gestão de seu supermercado como um todo? Contate um de nossos especialistas e garanta o sucesso do seu negócio!

e-mail-mkt-titan-supersensiveis-scaled

O que são produtos super sensíveis e como precifica-los

Com alta elasticidade no preço, é necessário atentar para o  impacto destes produtos na lucratividade do seu negócio

Sabemos que precificar produtos de maneira eficiente, embora seja um dos maiores desafios para os varejistas, é uma tarefa fundamental. Isso porque essa tarefa impacta diretamente no faturamento e na imagem do negócio. Nesse sentido, um dos primeiros passos para uma precificação estratégica é identificar os produtos super sensíveis no seu sortimento.

Então, confira neste artigo o que exatamente são esses produtos, qual a importância deles na sua loja e como um programa de automação comercial pode ajudar a precificá-los. Boa leitura!

O que são produtos super sensíveis? 

Também conhecidos como produtos ultra notáveis, os produtos super sensíveis são aqueles itens que possuem uma variação de preço mais perceptível para os consumidores

Ou seja, são os produtos nos quais qualquer alteração de preço pode ser notada pelos clientes, impactando diretamente na forma como eles compram e percebem a sua marca.

Por exemplo: você provavelmente não se lembra quanto pagou por produtos em conserva, ou em temperos específicos. Porém, você acompanha o preço do seu café favorito, do leite ou do pão francês, e qualquer aumento ou promoção desses preços são facilmente percebidos por você, não é mesmo?

E não é por acaso, produtos como leite, café e pão são produtos super sensíveis, e são eles que você provavelmente compra com maior frequência e tem uma ideia mais ou menos clara de quais preços são justos e quais não são.

Quais são os produtos super sensíveis? 

Bem, embora esses produtos não sejam exatamente os mesmos em todas as regiões, existem aqueles que são mais comuns nas mesas dos brasileiros, como por exemplo: 

  • Alguns produtos da cesta básica, como arroz, óleo, macarrão e molho de tomate; 
  • Alguns tipos de carnes, além de legumes e verduras, como coentro e cenoura; 
  • As frutas mais comuns, como banana e laranja, por exemplo;
  • Bebidas, como refrigerante e cervejas;
  • E, claro, produtos que não podem faltar em algumas refeições, como café, pão francês e margarina

Além disso, esses produtos também são de marcas específicas que, é claro, variam de acordo com as características de cada loja, como a localização e o público-alvo.

Como identificar os produtos super sensíveis da sua loja?

Como vimos, os produtos super sensíveis podem variar dependendo das características do estabelecimento, portanto, para precificá-los de forma estratégica, é necessário, antes, que você identifique quais são esses produtos na sua loja

Para isso, você deve acompanhar os itens mais comuns no carrinho de compras dos seus clientes, isso porque os produtos super sensíveis também estão dentro da Curva A de vendas  – clique aqui para conferir o nosso artigo completo sobre Curva ABC

Em outras palavras, esses produtos estão entre os mais importantes da sua loja e funcionam como um cartão de entrada para os clientes: se estiverem acima do preço, então eles terão a percepção de que a sua loja é cara. 

Ao mesmo tempo, se estiverem mais baratos que os dos seus concorrentes, a percepção será a de que a sua loja é mais barata, mesmo que os produtos menos sensíveis ou menos procurados sejam na realidade mais caros do que nas demais lojas. 

Dessa forma você poderá promover uma percepção positiva da sua marca, de modo a atrair e fidelizar clientes

Utilize um software de gestão comercial 

Podemos perceber, então, que para descobrirmos quais são os produtos super sensíveis de uma loja precisamos de um histórico completo de vendas, além das informações cadastradas dos próprios itens. Ou seja, precisamos de um programa de automação comercial que registre essas informações e possibilite um controle de estoque completo

Portanto, não resta dúvidas de que é preciso ter um cuidado especial no momento de precificar esses itens, certo?

Afinal, preencher e conferir diversas planilhas, além de demandar muito esforço dos colaboradores – impactando na gestão de pessoas da sua loja –, também possibilita que erros, como de digitação, sejam cometidos, dificultando todo o processo.

Nesse sentido, com um programa de automação comercial (também conhecido como software de gestão comercial ou sistema ERP), essas informações são armazenadas e centralizadas em um único lugar, de modo que você possa ter acesso a elas com facilidade. 

Além disso, com um sistema ERP que possua uma calculadora de precificação de produtos seu processo pode ficar muito mais eficiente.

Precifique os seus produtos super sensíveis de forma estratégica

Agora que sabemos o que são os produtos super sensíveis e como identificá-los, podemos fazer a seguinte pergunta: como precificar esses produtos corretamente

Bom, umas das principais dicas é: acompanhe os preços dos concorrentes. Isso mesmo, não existe uma regra para determinar a margem de lucro ideal dos seus produtos – como vimos no nosso artigo sobre pricing de produtos no supermercado

Nesse sentido, as características da sua loja devem ser levadas em consideração. 

Como por exemplo, se a sua loja é conhecida por seus produtos diferenciados, atendimento excelente e outros elementos que enriquecem a experiência de compra, então os preços dos seus produtos super sensíveis podem estar um pouco acima dos concorrentes. Porém, sempre leve em consideração o quanto em média os clientes estão dispostos a pagar. 

Por outro lado, se a sua loja é conhecida por ser mais barata, você deve acompanhar constantemente os preços dos concorrentes e buscar manter os seus um pouco abaixo. Dessa forma, os clientes terão sempre a percepção de que a sua loja é a mais barata. 

Contudo, isso não significa que todos os produtos da sua loja precisem ser mais baratos. Você pode fazer com que os produtos menos sensíveis, como os produtos em conserva por exemplo, tenham preços um pouco acima dos concorrentes, mas sem que isso impacte na imagem da sua loja. É uma boa dica, certo?

Efetue uma precificação de produtos mais eficiente com o sistema ERP Titan Retail

Imagem com celular e tela mostrando o software ERP. Gráfico mostrando os produtos super sensíveis

Vimos que precificar os produtos super sensíveis não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Então, conte com o sistema ERP Titan Retail para auxiliar você nesse processo! 

Esse sistema, que é 100% em nuvem, pode promover um controle completo do seu estoque, armazenar os dados e as informações da sua loja, disponibilizando ainda relatórios completíssimos como a Curva ABC das suas vendas, além de contar com uma calculadora de precificação para facilitar ainda mais o seu processo!

Além de tudo isso, com esse sistema para loja, você também pode fazer pesquisas de preços nos seus concorrentes com agilidade e manter os seus valores sempre atualizados. 

E então, quer saber mais vantagens que o Titan Retail pode trazer para a sua loja? Entre em contato com um de nossos especialistas e precifique os seus produtos – super sensíveis ou menos sensíveis – da forma mais eficiente!